domingo, 5 de outubro de 2014

Livros Infantis - O Macuco Felício | O vestido da Condessa - Lançamento


No próximo sábado, a escritora Rosângela Vieira, vai lançar dois livros infantis e teremos a chance de perguntar a ela como é que se faz para ser uma escritora. Vou levar o Rafael para que ele aprenda desde pequenino o que faz alguém se tornar escritor. 

Embora sejam livros infantis, os temas escolhidos pela escritora são bem atuais e densos. São livros para nos ajudar a refletir com os pequenos sobre duas realidades do nosso tempo:

O Macuco Felício

O Macuco Felício traz a temática do respeito aos animais e da preservação de espécies em extinção. A personagem principal ganha um ovo azul, um tanto exótico, e quando o macuco (ave silvestre, ameaçada de extinção) nasce, se apega tanto a ele que o faz seu bichinho de estimação.

O livro é uma porta para que toda a família se deixe levar pela curiosidade e busque mais informações sobre essa ave que bota ovos azuis e cujos machos é que fazem o papel de chocadeiras. As ilustrações sensibilizam pela leve tristeza nos olhos caídos das figuras e contrasta com as cores vibrantes, transmitindo uma dolorosa solidão, talvez para revelar sutilmente que macuco, termo originário do Tupi, significa "sozinho, solitário". 

Além disso, o livro também fala de amor. Ou melhor, da coragem de deixar livre quem amamos porque, no fundo, o amor liberta. É esse sentimento tão poderoso que nos capacita a deixar morrer o egoísmo e a mesquinhez para deixar nascer a gratidão ao mundo pela alegria do outro. 

O vestido da Condessa

Em "O vestido da Condessa", a escritora nos convida a refletir sobre  Bullying. A partir de uma espécie de romance policial infantil, com direito a investigação e punição de culpados, a escritora nos mostra o quão banais são os motivos que transformam uma garota inteligente no alvo da hostilidade de toda uma escola sem que professores e pais notem.

Sem saber o que originou os maus tratos de seus colegas, a angústia da personagem revela, por óbvio, que o preconceito germina a partir de critérios arbitrários que destroem o outro, sem qualquer ponderação racional. Eu indico para crianças a partir de 7 anos devido a complexidade do drama, mas nada impede que seja leitura para todas as idades.

Ao ler o livro, lembrei deste documentário aqui, em que uma professora canadense fez uma experiência para ensinar os seus alunos sobre preconceito. Quem tiver um tempinho, deve dedicar 40 minutos para assistí-lo e chocar-se com a irracionalidade do preconceito e do bullying.

E se você é de Brasília e, como eu, quer muito um autógrafo da autora, não deixe de ir ao lançamento dos dois livros no próximo sábado:

Quando? Sábado, 11 de outubro - 16h
Onde? Livraria Comunicação Mix - SHCN 406 - Bloco D

Bjos,

VdM

P.S.: Não é um publieditorial.

3 comentários:

  1. Rosângela Vieira Rocha5 de outubro de 2014 18:19

    Querida Jaqueline, obrigada pelos comentários gentis. Suas apreciações das histórias contêm sabedoria e sensibilidade. Um beijo! Rosângela Vieira Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Prof. Rosângela,
      É a vivência da infância do meu filho que me inspira a ver o mundo com muito mais poesia!
      Bjos,
      Jaque

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...