quarta-feira, 3 de setembro de 2014

5 lições que aprendi após ser mãe




... e ainda estou aprendendo:

1) O único padrão é não ter padrão nenhum
Nos primeiros meses de vida do Rafael, eu me desesperava porque ele não seguia nenhum padrão de sono, vigília ou frequência de amamentação. Eu achava que alguma coisa devia estar errada, ou melhor, eu deveria estar errando em alguma coisa. Foi aí que descobri que o erro era querer enquadra-lo nas regras impessoais dos manuais. E que não havia nada de errado se ele não seguisse uma rotina igual todos os dias. Parei de olhar as regras e comecei a olhar para o meu filho. Um ser único.

2) Aceitar meu filho como ele era e não como eu o idealizei
Antes de engravidar ou até mesmo durante a gestação, criamos um monte de expectativas em relação ao bebê sonho que carregamos no ventre. Mas quando ele nasce, o que surge é a vida real com bebês irritadiços, fraldas sujas e muito choro. Ao aceitar que o Rafael era um bebê chorão espontâneo e com muita energia, foi possível amá-lo com mais intensidade e as dificuldades iniciais fizeram germinar admiração e gratidão (por ter sob minha responsabilidade uma vida tão encantadora).

3) A vida pode ser muito mais bonita se nos deixamos guiar pelos olhos de uma criança
Ao guiar o Rafael, apresentando a ele esse mundão de meu Deus, paro para olhar o mundo outra vez e o mundo renasce para mim muito mais belo que outrora. Os milagres diários da beleza e da vida acontecem quando me deixo guiar pelo olhar do Rafael.

4) Como o tempo passa rápido
Acompanhar o desenvolvimento rápido e incessante dos primeiros meses/anos de vida me ajudou a perceber o quanto é urgente vivermos com intensidade cada momento. O tempo é fugidio, escorrega pelos dedos feito água; não se retém. Assim como não se retém os primeiros passos vacilantes do Rafael e as primeiras palavras balbuciadas. O tempo segue o curso sem nunca parar...

5) "Que felicidade acontece é em horinhas de descuido" (Guimarães Rosa)
Uma palavra no escuro, um carinho doce, um abraço quente, um sorriso gargalhada. Mil detalhes de amor se revelam, meio que por descuido, na convivência diária com uma criança. Cada um deles é uma riqueza que acalanta o coração e traz pra bem perto essa tal de felicidade.


E vocês, mães e amigas que acompanham o blog, o que a maternidade ensinou a vocês?

2 comentários:

  1. A maternidade me ensinou, principalmente, que as coisas acontecem quando têm que acontecer, e não quando eu quero que aconteçam. E me ensinou a ser forte. E me ensinou a amar incondicionalmente. A maternidade é a melhor coisa que pode nos acontecer. A gente aprende muita coisa em muito pouco tempo... e continua a aprender todos os dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lady,
      É impressionante o tanto de coisas que aprendemos com a maternidade, né? Com certeza, nos tornamos melhor depois de ser mãe...
      Um bjão,
      Jaque

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...