domingo, 16 de fevereiro de 2014

Mamãe, eu quero você!!!

Quando o Rafael percebe que estou um pouco mais distraída ou ocupada, levanta os bracinhos e pula frenético dizendo: "Mamãe, quero você!!". Eu sempre me emociono com isso e digo que quero ele também, pego, abraço e beijo... Afinal, um dia ele vai crescer e não vai mais me querer assim, né!?
Quando era bebê e não sabia falar, ele fazia isso chorando. O choro era bem mais desesperador e eu nem sempre conseguia acalmá-lo ou acalentá-lo...
Toda mãe de recém-nascidos já escutou alguém dizer que não é bom pegar os filhos no colo de mais para não mimá-los, sobretudo, quando choram sem motivo aparente. Não sou radical, mas acho que podemos questionar isso. Quem não gosta e precisa ser mimado, acalentado, sobretudo, quando está inseguro e com medo!?
Eu penso que os filhos choram (além de fome, frio, fralda suja) porque sentem falta da mãe, porque o mundo é hostil e porque se sentem inseguros.
Gosto de observar os comportamentos do Rafael e tentar compreender a real necessidade que o choro e birras tentam manifestar. Não há um método.
Não julgo as mães que não querem pegar ao colo os filhos que choram muito, que temem deixá-los mimados ou mal acostumados. Sei que todas estamos tentando acertar e fazer as melhores escolhas para nossos filhos. E (é uma pena), mas nem sempre acertamos! É o amor por nossos filhos que nos vai dizendo e iluminando o caminho de ser mãe.
Para ajudar a refletir sobre essa questão, sugiro lerem a entrevista com o pediatra espanhol Carlos Gonzáles. Gostei muito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...