quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Bebê de apartamento

O meu pequeno está sempre disposto para um passeio, seja ir ao parque, ao shopping ou à casa da vovó. É só chegarmos perto da porta e ele: "Quero ir também!", diz. "Mas filho, só vou trancar a porta." Talvez seja um efeito colateral de morarmos num apartamento pequenino.
Ontem, o convidei para um passeio e ele aceitou de pronto (é claro!). A minha ideia era só caminhar um pouco na companhia dele. Fomos andando entre as ruas e conversando de mãos dadas. "O que é isso mãe?", apontava para o chão. "É a rua, filho." (Conversa construtiva... tá, eu sei! Mas é divertido!)
Perguntei como estava a escola e ele disse legal. Então questionei por que ele dizia todos os dias que não queria ir para a escola. "Porque eu não quero" e "por que você não quer, meu filho?", insisti. "Porque eu não quero!". Depois de umas 3 vezes nesse círculo, ele disse: "Porque eu quero você e o papai!" (Tempo para comoção e dores de amor)
Então expliquei que o papai e a mamãe o amavam muito mas era necessário que ele fosse à escola e que nós estaríamos sempre com ele e tal. Ele entendeu. Mas, hoje, ainda disse que não queria ir à escola.
Ele foi caminhando e segurando a minha mão até que voltamos ao portão do prédio, sentamos por ali um pouquinho. Ele catou 2 pedrinhas, ficou com uma e me deu a outra convidando-me para plantarmos as "sementes" num buraco que tínhamos visto há pouco.
No fim, acho que, ao cair daquela noite, plantamos juntinhos uma semente de amor...

4 comentários:

  1. Parabéns Jaque. Lindo relato. Bjos para o meu afilhado!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Rafa! Os nossos pequenos enchem a nossa vida de alegria e poesia. Bjão nas pequenas!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...